Operação ‘Tapa-Buraco’ é realizada pela Prefeitura de Fernandópolis

Com aumentos frequentes no petróleo, serviço foi prejudicado em 2021

Operação ‘Tapa-Buraco’ é realizada pela Prefeitura de Fernandópolis

A Prefeitura de Fernandópolis deu início nesta semana a uma grande operação de ‘tapa-buraco’ pelas ruas e avenidas do município. Com os constantes aumentos no preço do petróleo, uma das matérias primas para a produção da massa asfáltica e da emulsão asfáltica, o serviço de manutenção em vias públicas foi prejudicado.

O município realizou alguns processos licitatórios para a compra desse material, porém, todas fracassadas com os aumentos quase que quinzenais no preço do petróleo. As empresas interessadas justificaram possíveis prejuízos. Nos últimos dias, o Departamento de Compras da Prefeitura efetuou mais uma tentativa de processo licitatório que acabou sendo concretizado, possibilitando a compra da massa asfáltica pelo município.

Uma grande força-tarefa vem sendo realizada pela Secretaria Municipal de Obras com quatro equipes trabalhando em vários bairros da cidade. Entre a quarta, 03, e quinta-feira, 04, os funcionários passaram pelos bairros: Santo Afonso, Santa Filomena, Palma Mininel, São Lucas, Bom Jesus, Paulistano, Pq. Industrial, Pq. Das Nações e trechos do Coester.

“Felizmente nos últimos três anos conseguimos recapear mais de 850 quarteirões em Fernandópolis, se esse trabalho não tivesse ocorrido hoje teríamos uma cidade inteira esburacada. Esse ano tudo está mais complicado e ainda não conseguimos fazer um grande trabalho de recapeamento em decorrência do aumento no petróleo que já ocorreu por diversas vezes. As empresas temem fechar um contrato com a Prefeitura por determinado valor e alguns dias depois o valor do m³ sofrer reajustes. Esse medo é constante, pois a cada semana estamos observando esses aumentos, inclusive em outros setores como o da alimentação”, destacou o prefeito André Pessuto.